26 abril, 2007

Marcha pela "liberdade"?

O grupo de "anti-fascistas" da extrema-esquerda que sofreu ontem uma carga policial em Lisboa estava armado com barras de ferro, de madeira, very lights e cocktails molotov, anunciou o Comando da PSP de Lisboa.

«De acordo com a comissária da PSP Paula Monteiro, concentraram-se na rua do Carmo 150 pessoas que iniciaram uma marcha rumo à Praça Luís de Camões, no Chiado. Ao longo do percurso desta marcha «não autorizada», indicou a comissária, os manifestantes «partiram montras», «roubaram mercadorias de lojas», «pintaram graffitis nas paredes» e agrediram polícias e cidadãos.

Interpelados pela PSP, os manifestantes agrediram os agentes e atacaram «à pedrada» os carros-patrulha. Durante os confrontos a PSP deteve 11 jovens
[libertados horas depois], todos na faixa etária dos 20 anos. Na posse dos manifestantes estavam 26 barras de ferro, 21 paus de madeira, três cocktails molotov e alguns very lights. A polícia recusa a acusação de exagero na força policial usada, afirmando que foi «usada a força adequada à situação»

Etiquetas: , ,

|

Ligações de outros sites para este texto:

Criar uma hiperligação

<< Página principal