27 março, 2009

Isaltino Morais admite que todos os partidos amealham dinheiro das eleições

Isaltino Morais admitiu, hoje, em tribunal, ter numa conta da Suíça cerca de 400 mil euros de sobras das várias campanhas eleitorais em que participou.
Questionado pela juíza Paula Albuquerque quanto ao destino que tem dado a essas quantias, o arguido afirmou que vai "utilizando", não negando que parte do dinheiro tem sido destinado a "bens pessoais".
«Se não fui dar as sobras foi porque nunca me passou pela cabeça, era a prática comum em todos os partidos políticos, em todos os concelhos».
O presidente da câmara de Oeiras garantiu ainda ter fugido ao fisco, não só na compra de imóveis, mas também na venda, lembrando que muitos o fazem.
Isaltino Morais responde por crime de participação económica em negócio, três de corrupção passiva para acto ilícito, branqueamento de capitais, abuso de poder e fraude fiscal.

O tipo diz que está «cada vez mais tranquilo». Pois claro que está, todos nós sabemos qual vai ser o resultado deste julgamento:

Avelino Ferreira Torres foi absolvido de todos os crimes de que estava acusado, e que o Ministério Público considerou provados: corrupção, peculato de uso, abuso de poder e extorsão.

Continuem a votar! Os partidos agradecem.

Etiquetas: , ,

|

Ligações de outros sites para este texto:

Criar uma hiperligação

<< Página principal