05 julho, 2006

Os Invertebrados

O jornal Correio da Manhã não podia ter sido mais claro:
«Freitas do Amaral demitiu-se do cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros por motivos de saúde - uma operação a uma lesão “séria e dolorosa” na coluna cervical. Esta foi a versão oficial, mas, segundo apurou o CM, a saída deveu-se a um acumular de situações, sendo decisiva para a demissão a discussão entre Freitas e o embaixador norte-americano em Lisboa, Alfred Hoffman, durante uma reunião no âmbito do processo de renegociação dos estatutos da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento – uma instituição financiada com os milhões de dólares das contrapartidas norte-americanas pela utilização da Base das Lajes, nos Açores. Segundo revelou fonte governamental ao CM, nessa reunião Freitas do Amaral entrou em conflito directo com o representante diplomático dos EUA.»
Não há dúvidas sobre quem manda nestes governos. E a ajudá-los está uma “oposição” sempre muito controlada. Por exemplo, o único comentário do Bloco de Esquerda sobre este caso (e que estreou o seu novo portal de «informação» na internet) foi que o substituto de Freitas – Luís Amado«apoiou a guerra do Iraque» há mais de três anos atrás. Desde que Sócrates tomou posse que o Bloco sistematicamente se “esquece” que este governo socialista apoia – no presente – e apoiará – no futuro – todas as Guerras contra o Terrorismo movidas pelos líderes norte-americanos.

Do Portugal Profundo também esteve bem atento a este episódio.

Etiquetas: , , ,

|

Ligações de outros sites para este texto:

Criar uma hiperligação

<< Página principal