07 março, 2007

As Eufémias

Os saudosistas que no fim-de-semana se manifestaram contra um Museu anunciaram hoje a construção de mais um monumento em homenagem a Catarina Eufémia (com dinheiro público, obviamente), talvez para substituir o que apoiantes do PCP destruíram em 1976.
Mas houve outra Eufémia a ser notícia nesta quarta-feira: «Maria Eufémia já estava pronta para uma cirurgia no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, que corrigiria um problema de incontinência causado por outra cirurgia realizada no mesmo hospital. No entanto foi avisada por um membro da equipa de enfermagem que teria de regressar a casa. Tudo porque “não havia material cirúrgico disponível” para efectuar a operação. “Não nos disseram mais nada”, afirma Maria Eufémia, que garante que outra paciente que se encontrava no mesmo quarto a aguardar cirurgia foi igualmente encaminhada para casa, também pelo mesmo motivo».
Se o flagelo da Eufémia que vive no Portugal real do século XXI fosse uma “gravidez indesejada”, poderia ter a esperança de vir a beneficiar de apoios médicos como os previstos na nova lei do aborto aprovada hoje no parlamento e, dentro de algum tempo, teria mesmo uma clínica privada disponível para a assistir da melhor forma possível, sem quaisquer custos. Mas como a pobre senhora sofre de um problema de saúde real e imprevisível, chapéu!

Etiquetas: , ,

|

Ligações de outros sites para este texto:

Criar uma hiperligação

<< Página principal