06 março, 2008

Segurança «suicidado» no Colombo (2)

«Três golpes de faca no peito terão provocado a morte ao homem de 35 anos que trabalhava para a empresa de segurança Charon. A Polícia Judiciária já está a investigar este caso, não sabendo ainda esclarecer se terá sido suicídio ou homicídio. De acordo com fonte policial, a faca foi encontrada junto ao corpo da vítima.

Ontem ao início da noite a autoria desta morte foi reivindicada por um grupo que se auto-intitula G.D.J. Um e-mail anónimo chegou às redacções de vários órgãos de comunicação social, justificando o "ataque" ao vigilante como um acto de vingança por, em 2003, um segurança do centro comercial ter agredido um visitante do Funcenter. Este estaria, alegadamente, a vandalizar aquele espaço. Contactado pelo DN, fonte da Polícia Judiciária desvalorizou o e-mail e salientou que a investigação está ainda no início, não podendo, portanto, revelar quaisquer pormenores sobre o caso.
(...)
O DN contactou ainda o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP para saber o tipo de crime mais registado naquele centro comercial e na sua zona circundante, já que se trata de umas das áreas da capital que até há bem pouco tempo registava níveis elevados de criminalidade, mas foi-nos recusado o acesso a dados estatísticos ou a qualquer explicação sobre tal realidade. Ao final da tarde, o Cometlis enviava uma resposta ao DN onde era referido "não ser possível fornecer esses dados"

Etiquetas: ,

|

Ligações de outros sites para este texto:

Criar uma hiperligação

<< Página principal